Concorrência dá luz verde à entrada de Isabel dos Santos na Efacec

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

O regulador não coloca entraves à entrada da empresária no capital da Efacec Power Solutions. O investimento acontece num momento em que Angola prevê realizar investimentos de 20 mil milhões na área de energia até 2017.

A Autoridade da Concorrência aprovou a entrada de Isabel dos Santos no capital da Efacec. Depois de o negócio ter ficado fechado no início de Junho, o regulador não encontrou razões para impedir a sua concretização.

“O Conselho da Autoridade da Concorrência delibera adoptar uma decisão de não oposição à presente operação de concentração uma vez que a mesma não é susceptível de criar entraves significativos à concorrência efectiva nos mercados analisados”, pode ler-se no comunicado divulgado pela Concorrência na quinta-feira, 6 de Agosto.

A empresária angolana investiu 200 milhões de euros na compra de 65% da Efacec Power Solutions. Os antigos donos – Grupo José de Mello e a Têxtil Manuel Gonçalves – ficaram com uma participação de 35%, dividida em partes iguais.

O negócio foi feito através da sociedade Winterfell, criada para o efeito, e que tem como accionista minoritário a Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), empresa que está a cargo da distribuição de energia em Angola e que nasceu após a reestruturação do sector eléctrico.

Com este accionista, alarga-se o horizonte em termos de negócios para a Efacec em Angola, pois o Governo de Luanda prevê realizar investimentos de 21 mil milhões de euros até 2017.

A Efacec Power Solutions desenvolve soluções, produtos e sistemas para empresas na área da energia, ambiente e transportes. No total, o Grupo Efacec emprega 2.500 trabalhadores e factura 500 milhões de euros por ano. (jornaldenegocios.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA