Centro de fisioterapia um dos ganhos do Américo Boavida ao longo dos 40 anos de independência

Serviço de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital Américo Boavida (Foto: Pedro Parente)
Serviço de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital Américo Boavida (Foto: Pedro Parente)
Serviço de Medicina Física e de Reabilitação do Hospital Américo Boavida (Foto: Pedro Parente)

A construção do Centro de Fisioterapia do Hospital Américo Américo, equipado com tecnologia de ponta, foi um dos ganhos em termos de infra-estrutura registado ao longo dos 40 anos de independência.

Em entrevista à Angop, a directora clínica do HAB, Maria Lina Antunes, disse que este ganho fez diminuir o crescente número de casos de poli-traumatizados e de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC), pois muitos doentes, antes do Centro, tinham dificuldade em recuperar as lesões.

Por outro lado, a abertura do Centro permitiu abrir mais concursos públicos e contratos com técnicos de fisioterapia licenciados”, frisou.

Segundo a responsável, apesar de estar apenas há seis anos na direcção, muita coisa mudou, sendo possível fazer uma comparação da prestação dos serviços de saúde do Américo Boavida actual e de 10 anos atrás.

“Confesso que nestes últimos anos o hospital mudou bastante, hoje já se atende seja qual for a urgência e a qualquer hora”, sublinhou.

O hospital ganhou também Salas operatórias bem equipadas e hoje já são feitas cerca de 24 a 28 grandes cirurgias por dia e antes não era possível.

O Américo Boavida é também o único hospital que faz prótese da anca e já estão na lista de espera cerca de 400 doentes.

Além desses serviços, houve também um grande avanço ao longo desses anos na área da urologia, onde já se faz operações por via endoscópica, cujo doente vai para casa mais cedo, biopsias e medições de fluxogramas da bexiga, coisas que não se faziam antes.

Fez saber que, em 2013, comprou-se vários equipamentos e os médicos já foram formados e estão prontos para trabalhar com exactidão na área de urologia. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA