Centro Cultural Agostinho Neto realiza sarau musical no próximo fim-de-semana

Centro Cultural Agostinho Neto em Catete (Foto: Alberto Julião)
Centro Cultural Agostinho Neto em Catete (Foto: Alberto Julião)
Centro Cultural Agostinho Neto em Catete (Foto: Alberto Julião)

O Centro Cultural António Agostinho Neto (CCAAN), no município de Icolo e Bengo, realiza no próximo fim-de-semana, em cooperação com a sua congénere do Bairro Operário, um sarau musical para comemorar o aniversário do Coro Exército de Cristo afecto a instituição.

Em declarações hoje, quarta-feira, à Angop, o director do Centro Agostinho Neto, Francisco Makiesse, disse que o Coro Exército de Cristo é composto por vários artistas independentes, unidos pelo teatro, capoeira, musica, cinema e declamação de poesia.

O responsável disse que o sarau, para além da cooperação dos dois centros culturais, vai contar com o apoio do Núcleo Nacional de Recolha e Pesquisa da Literatura Oral.

Esclareceu que o sarau será realizado no Bairro Operário porque a intenção é difundir os projectos do centro e dar a conhecer às outras comunidades de Luanda os feitos do fundador da Nação angolana e primeiro presidente de Angola, António Agostinho Neto.

Francisco Makiesse adiantou que o sarau tem como objectivo principal transmitir e exaltar, através da música sacra, aspectos da vida, prevenindo assim a delinquência juvenil, uso de drogas e outros males que enfermam a juventude angolana.

“ Foram convidados para além do Coro de Cristo, entre outros, artistas como Gomes William, Walter Ananás, Totó, Massoxi Max, Xiaca Sisters, Banda Monte Sião da Tribo Weste da Igreja Tocoista, Nzinga Sona e Nasci da Silva”, adiantou.

Segundo Francisco Makiesse, a anteceder o sarau será realizada também uma palestra subordinada ao tema ” O sexo, as redes sociais e a juventude em tempo de crise”, tendo como palestrante, o missionário angolano, Bambuta Blais.

O Coro Exército de Cristo, afecto a Companhia de Artes do Centro Cultural Agostinho Neto, foi criado na República de Itália, na Faculdade de letras e Filosofia, cidade de Parma, a 17 de Setembro de 2012.

O seu objectivo é propor uma nova forma de difundir a arte em Angola tendo em conta a situação social e cultural, promovendo deste modo o crescimento do coral. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA