Centenas de migrantes naufragam ao largo da costa líbia (vídeo)

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

Centenas de pessoas podem ter morrido em consequência do naufrágio de dois barcos junto da costa da Líbia, segundo a guarda costeira líbia,que manteve na quinta-feira operações de resgate.

No primeiro barco estariam mais de 50 pessoas e no segundo mais de quatrocentas.

Pelo menos cem corpos foram levados para o hospital de Zuwara, a oeste de Tripoli. As vítimas eram originárias da Síria, Bangladesh e países da África subsaariana.

Entretanto, chegou na quinta-feira à noite, ao porto de Palermo, o navio sueco Poseidon com
os cinquenta corpos sem vida encontrados na quarta-feira a bordo de um barco que transportava migrantes, ao largo da Líbia.

De acordo com o porta-voz da guarda costeira sueca, Mattias Lindholm, estas pessoas morreram asfixiadas pelas emanações de gás do motor do barco:

“O ar lá em baixo era muito mau, com muito pouco oxigénio. O espaço estava sobrelotado e era onde estava o motor do barco – podemos imaginar o que era viajar ali.”

A bordo do navio sueco vinham também os 571 migrantes resgatados ao largo da costa líbia.

Depois de desembarcados os sobreviventes, foram retirados do navio os corpos sem vida, conservados num contentor refrigerador.

Mais de 2.300 migrantes morreram este ano no mar enquanto tentavam alcançar a Europa, quase sempre a bordo de barcos sobrecarregados. (euronews.com)

por Nelson Pereira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA