Cartazes da coligação com fotos de anúncios estrangeiros. PSD reage

cartazes da coligação (D.R)
cartazes da coligação (D.R)
cartazes da coligação (D.R)

Responsável pela campanha do PSD/CDS esclareceu, ao Diário de Notícias, que nos cartazes da coligação “não há colagem das pessoas aos temas” e que foram respeitadas as “boas práticas nacionais e internacionais em termos de comunicação”.

A polémica em torno dos cartazes socialistas fez correr tinta e gerou a indignação geral. Na oposição, e mesmo dentro do próprio partido, as críticas foram duras e o assunto acabou por culminar na demissão do responsável pela campanha socialista, Ascenso Simões.

Esta terça-feira, no entanto, dois membros do partido que António Costa representa conseguiram descobrir como são feitos os cartazes da oposição: com fotografias de modelos vindas de um banco de imagens.

A notícia depressa se espalhou nas redes sociais e as vozes que se calaram no seio da confusão com os cartazes socialistas, que tinham imagens de cidadãos portugueses usadas sem autorização, puderam então levantar o tom de indignação. Indignação por se usarem fotografias de anúncios publicitários estrangeiros na campanha eleitoral portuguesa.

Eis que surgem vários exemplos internacionais onde foram utilizadas as mesmas imagens escolhidas para os cartazes da coligação ‘Portugal à Frente’. Desde anúncios a uma marca de azeite húngaro a uma clínica médica do Winsconsin passando por uma marca de próteses dentárias, os exemplos não pararam de aparecer.

O diretor de campanha da coligação, José Matos Rosa, esclareceu, porém, à mesma publicação, que foram seguidas todas as normas. “O que fizemos é o que mandam as boas práticas nacionais e internacionais em termos de comunicação”, referiu, indicando que o partido “utiliza muitas vezes bancos de imagens”.

O responsável não tocou diretamente no assunto dos cartazes socialistas mas deixou claro que nos cartazes da coligação “não há colagem das pessoas aos temas”, estando ali aqueles modelos para “humanizar as mensagens” e não para as assumir. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA