Candidatura antes ou depois das eleições? Será uma questão tática

Rui Rio (D.R)

Dentro do PSD, há quem incentive Rui Rio a travar a candidatura de Marcelo de Rebelo de Sousa, enquanto outros dizem que isso é impossível.

Rui Rio (D.R)
Rui Rio (D.R)

Já se conhecem as intenções de Rui Rio em candidatar-se à Presidência da República, mas a candidatura ainda não foi oficializada pelo ex-secretário-geral do PSD.

De acordo com o Público, Rui Rio quis num primeiro momento adiar o anúncio da intenção para depois das eleições, mas acabou por encontrar “vantagens táticas” em fazê-lo em setembro, dadas as pressões dentro do próprio partido, pode ler-se naquele jornal.

Segundo a mesma publicação, existem movimentos díspares dentro do PSD. Há quem faça pressão sobre Rui Rio para antecipar o anúncio de modo a condicionar a “onda Marcelo”, enquanto outros setores do partido tentam travar esse anúncio, por “correr o risco de não passar à segunda fase”, dada a popularidade de Marcelo Rebelo de Sousa, que o torna “um candidato imbatível”.

Lembrando a crónica de Carlos Carreiras, publicada ontem no jornal i, em que dizia que “quem avançar antes das legislativas dá um passo fatal na sua carreira política”, resta saber quem avançará primeiro. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA