Cada recluso custa aos cofres do estado o equivalente entre USD 50 a 100/dia

RECLUSOS DA CADEIA DE KAKILA NOS SEUS DORMITÓRIOS (Foto: Lino Guimarães)

Os vinte e quatro mil 165 reclusos actualmente nas penitenciárias do país custam aos cofres do estado o equivalente entre USD 50 a 100 por dia, cada um, revelou, em Luanda, o director nacional dos serviços penitenciários, António Fortunato.

RECLUSOS DA CADEIA DE KAKILA NOS SEUS DORMITÓRIOS (Foto: Lino Guimarães)
RECLUSOS DA CADEIA DE KAKILA NOS SEUS DORMITÓRIOS (Foto: Lino Guimarães)

Segundo o responsável, que falava recentemente à imprensa, estudos feitos há cerca de três anos determinaram que cada recluso custava na altura ao estado USD 30/dia, mas actualmente esse valor aumentou, fruto também da inflacção.

Esse valor diário (USD 50 a 100), cobre as despesas com habitabilidade, alimentação, saúde, além de outros encargos inerentes.

Explicou que o valor financeiro cobrado como taxa de visita, considerado irrisório, apenas cobre pequenas despesas de manutenção, sendo o estado quem suporta o grande encargo financeiro com os reclusos.

A população penal em Angola é actualmente de 24 mil 165 reclusos, dos quais cerca de 500 são do sexo feminino, 361 das quais estão nas cadeias de Luanda. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA