Botswana: Angola pode entrar na zona de comércio livre em 2017

(Foto: António Escrivão)
(Foto: António Escrivão)
(Foto: António Escrivão)

Gaberone (Dos enviados especiais) – A adesão de Angola à zona de livre comércio da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral vai ocorrer em 2017, se o país der os passos necessários, declarou hoje, quinta-feira, em Gaberone, Botswana, o ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Rebelo Chikoti.

Para o governante angolano, que se encontra em Gaberone, Botswana, para a reunião do Conselho de Ministros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), que vai preparar a 35ª Cimeira de Chefe de Estado e de Governo, convocada para a próxima segunda e terça-feira, à adesão a zona de livre comércio é importante.

“Temos de ter em conta que não partimos todos do mesmo ponto. Angolana só tem 12 anos de paz e a maioria dos países tem mais de 40 de independência e estabilidade política”, contextualizou.

Explicou ser interesse de Angola entrar na zona de comércio livre da SADC, mas primeiro criando certa capacidade de organização interna e alcançar um certo desenvolvimento que permita exportar os seus produtos.

Para Georges Chikoti, “caso contrário seriamos apenas um país importador, sem poder travar os produtos que entram”.

Declarou que quanto mais tempo levar para amadurecer, melhor será. “Não há pressa, há necessidade de se fazer bem esta entrada à zona de livre comércio. (portalangop.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA