Bié: Comuna da Lúbia debate-se com falta de medicamentos

DIRECTOR DAS UNIDADES SANITÁRIAS DA COMUNA DA LÚBIA, INÁCIO LUMBO (Foto: Leonardo Castro)

Cuito – As autoridades sanitárias da comuna da Lúbia, a 209 quilómetros a norte da cidade do Cuito, província do Bié, debatem-se com a falta de medicamentos nas duas unidades hospitalares existentes na localidade, a cerca de um mês.

DIRECTOR DAS UNIDADES SANITÁRIAS DA COMUNA DA LÚBIA, INÁCIO LUMBO (Foto: Leonardo Castro)
DIRECTOR DAS UNIDADES SANITÁRIAS DA COMUNA DA LÚBIA, INÁCIO LUMBO (Foto: Leonardo Castro)

A informação foi avançada hoje, quarta-feira, à Angop, pelo chefe de secção de Saúde na região, Inácio Lumbo, sublinhando que tanto o centro da sede, assim como da embala de Catacala, debatem-se com roptura de fármacos, acrescentando que atendem entre 20 a 30 pacientes por dia.

O responsável apontou como doenças mais frequentes na região a malária, doenças diarréicas e respiratórias agudas (DDA e DRA), infecções urinárias e parasitoses intestinais.

Fez saber ainda que a localidade controla nove enfermeiros para 18 mil 64 habitantes. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA