Bento Bembe aproxima-se dos dissidentes do FCD

António Bento Bembe - Secretário de Estado para os Direitos Humanos (Foto: Pedro Parente)
António Bento Bembe - Secretário de Estado para os Direitos Humanos  (Foto: Pedro Parente)
António Bento Bembe – Secretário de Estado para os Direitos Humanos (Foto: Pedro Parente)

O líder do Fórum Cabindês para o Diálogo (FDC) António Bento Bembe terá conseguido reunir em Luanda, pela primeira vez, as principais figuras de Cabinda, que não se revêem nos acordos assinados entre esta organização e o Governo em 2006.

O encontro teve como objectivo encontrar pontos comuns para  uma provável renegociação  do documento, disse um dos participantes

Bento Bembe, que negociou os acordos de paz, tem vindo a ser acusado de ter excluído muitos membros do FCD.

O general na reserva, Zenga Mambo, a principal figura  contestatária dos acordos, disse à VOA que o encontro com o também secretário de Estado para os Direitos Humanos, foi o primeiro passado para o diálogo interno.

“Vamos dialogar para revermos os acordos”, declarou.

O chamado Memorando de Entendimento para a Paz em Cabinda  completou nove anos  no passado  dia 1 de Agosto  e o seu conteúdo continua a ser contestado por muitos membros do  FCD por, alegadamente, não ter produzido os resultados que se esperavam.

Uma das cláusulas previa a atribuição de um estatuto especial para o enclave na base do respeito à Lei Constitucional e demais legislação em vigor na República de Angola, como Nação una e indivisível.

O acordo previa também a aprovação de uma Lei de Amnistia, cessação das hostilidades, desmilitarização das forças militares sob a autoridade do Fórum Cabindês para o Diálogo (FCD) e a adequação do dispositivo das Forças Armadas Angolanas (FAA) na região militar de Cabinda. (voa.com)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA