Benguela: Ministro da Defesa inaugura Academia da Força Aérea Nacional na Catumbela

JOÃO LOURENÇO, MINISTRO DA DEFESA NACIONAL (Foto: Angop)

Lobito – O ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, procedeu hoje, sexta-feira, no município da Catumbela (Benguela), a inauguração da Academia da Força aérea Nacional, (AFAN), com vista a formar técnicos militares em licenciatura nos ramos de piloto aviador, mando táctico e administração aeronáutica.

JOÃO LOURENÇO, MINISTRO DA DEFESA NACIONAL (Foto: Angop)
JOÃO LOURENÇO, MINISTRO DA DEFESA NACIONAL (Foto: Angop)

Ao discursar no âmbito da inauguração da academia, o ministro considerou ser um sonho transformado em realidade a existência do Instituto de Ensino Superior na província de Benguela, bem como a sua abertura e entrada em funcionamento.

Referiu  que o Instituto  tem a responsabilidade de preparar os oficiais do quadro permanente da Força Aérea Nacional nas áreas apropriadas do saber.

João Lourenço referiu que, com a inauguração desta Academia da Força Aérea, as Forças Armadas Angolanas (FAA) ficam melhor dotadas para o cumprimento da sua nobre missão de defesa da pátria.

“As Forças Armadas têm uma história de luta e vitórias que a todos orgulham e todos os ramos contribuíram para a soberania da defesa nacional e preservação da independência nacional alcançada.”, disse.

Lembrou igualmente que apesar de Angola estar em paz  a 13 anos, os desafios a enfrentar no domínio da defesa e segurança continuam actuais com ameaça do terrorismo, emigração ilegal e tráfico de seres humanos.

Justificou que só foi possível alcançar  vitórias porque para além do patriotismo, espírito de abnegação, sacrifícios demonstrados ao longo dos anos, sempre se prestou atenção na formação dos efectivos, especialistas, pilotos, pessoal  navegante, de apoio em terra, operadores radares de míssei preparados para enfrentar as mais diversas condições atmosféricas operativas e de combate.

O ministro garantiu continuar a apostar na formação, justificando que os meios aéreos das FAA são cada vez mais modernos, potentes e eficazes.

Por seu turno, o director de ensino da FAN, coronel Octávio Brás, disse que frequentam as aulas no presente ano lectivo 27 cadetes, em oito salas de aulas, assegurados por docentes  militares e das universidades públicas e privadas da II região académica.

Durante a sua estada na província, o ministro visitou a Academia do Exército do Lobito, Escola de Especialistas Navais da Marinha de Guerra Angolana, na comuna do praia do Bebé na Catumbela.

A cerimónia de inauguração contou com a presença do governador de Benguela, Isaac dos Anjos, Chefe do Estado Maior General das FAA , geraldo Sachipengo Nunda, do secretário de estado da Defesa para os Recursos Materiais e Infra-estruturas, Salviano de Jesus Sequeira, e comandantes dos três ramos das FAA. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA