ANIP passa à agência de promoção de investimentos

Presidente da Agência Nacional de Investimentos Privados (Anip), Maria Luísa Perdigão Abrantes (Foto: Lucas Neto)
Presidente da Agência Nacional de Investimentos Privados (Anip), Maria Luísa Perdigão Abrantes (Foto: Lucas Neto)
Presidente da Agência Nacional de Investimentos Privados (Anip), Maria Luísa Perdigão Abrantes (Foto: Lucas Neto)

A Agência Nacional de Investimentos Privados (ANIP) terá suas competências reduzidas à promoção do investimento privado, nos termos da nova Lei, aprovada a 11 de Agosto (Lei 14/15).

O novo diploma, que regula os investimentos privados em Angola, cujo regulamento aguarda aprovação, atribui competências aos departamentos ministeriais para executar o processo de investimento privado.

Além dos ministérios, a Lei confere igualmente poderes à Unidade Técnica de Contratos (UTC), órgão que decidirá a aprovação ou não da proposta de investimento.

No âmbito da nova Lei do Investimento Privado, segundo o jurista Carlos Maria Feijó, que falava sobre o regulamento da LEI, também será necessário estudar-se que ministério vai tutelar a ANIP, instituto público, actualmente adstrito ao Ministério da Indústria.

O jurista e também Coordenador da Comissão de Reforma do Estado e do partido MPLA, que falava sobre o regulamento da Nova Lei de Investimentos Privados no seminário organizado pela Casa Civil do Presidente da República, o Ministério da Economia e o Secretariado do Conselho de Ministros , lançou algumas hipóteses do Ministério do Comércio tutelar a ANIP.

O evento, realizado nesta segunda-feira, abordou os temas “ Grandes linhas da política Nacional do investimento privado”, com base na Lei Geral do Investimento privado, dirigido pelo ministro da Economia, Abrahão Gourgel, e o “ Projecto de regulamento das Lei do Investimento Privado”, ministrado pelo coordenador da comissão de reforma do Estado, do partido MPLA, Carlos Maria da Silva Feijó. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA