Angola vai formar polícias de São Tomé e Príncipe

Ângelo Veiga Tavares, ministro do Interior (Foto: Lino Guimaraes)
Ângelo Veiga Tavares, ministro do Interior (Foto: Lino Guimaraes)
Ângelo Veiga Tavares, ministro do Interior (Foto: Lino Guimaraes)

Polícias são-tomenses beneficiarão, nos próximos tempos, de acções de formação por Angola, à luz da parceria entre o Ministério da Administração Interna do arquipélago e o Ministério do Interior de Angola, soube a Angop.

A garantia foi dada à imprensa, hoje, pelo ministro angolano do Interior, Ângelo Veiga Tavares, à saída da audiência que lhe foi concedida pelo presidente de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa, no Palácio da Trindade.

De acordo com o governante, as acções direccionam-se à Polícia Nacional, nomeadamente ao Serviço de Protecção Civil e Bombeiros e Serviço de Emigração e Estrangeiros.

Em relação à audiência com o chefe de Estado de São Tomé, Ângelo Veiga Tavares disse ter servido para informá-lo sobre os passos no quadro da cooperação entre as duas instituições.

O ministro do Interior disse também ter recebido, de Pinto da Costa, uma mensagem de felicitações ao Presidente José Eduardo dos Santos, que hoje comemora mais um aniversário.

O governante angolano, que cumpre visita de cinco dias a São Tomé e Príncipe, deslocou-se antes ao Comando-Geral da Polícia Nacional e ao Comando Municipal de Água Grande, localizados na cidade de São Tomé.

O ministro Ângelo Veiga Tavares assistiu, na manhã de quinta-feira, em Trindade, ao acto comemorativo dos 40 anos da polícia são-tomense, ao lado do embaixador angolano, Alfredo Eduardo Mingas.

O governante angolano e delegação que o acompanha regressa a Angola sábado. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA