Angola tem sido alvo tentativa de desestabilização – general “Disciplina”

GENERAL EGÍDIO DE SOUSA SANTOS - VICE CHEFE DO ESTADO MAIOR GENERAL PARA EDUCAÇÃO PATRIÓTICA (Foto: Rosario Santos)

Angola, devido à sua posição geoestratégica e as suas potencialidades em recursos naturais tem sido alvo de várias tentativas de desestabilização através do incentivo de reformas correntes à desobediência e desacatos às autoridades legalmente instituídas, afirmou hoje, terça-feira, em Luanda o chefe do Estado-Maior General adjunto das Forças Armadas Angolanas para Educação Patriótica, general Egídio de Sousa Santos “Disciplina”.

GENERAL EGÍDIO DE SOUSA SANTOS - VICE CHEFE DO ESTADO MAIOR GENERAL PARA EDUCAÇÃO PATRIÓTICA (Foto: Rosario Santos)
GENERAL EGÍDIO DE SOUSA SANTOS – VICE CHEFE DO ESTADO MAIOR GENERAL PARA EDUCAÇÃO PATRIÓTICA (Foto: Rosario Santos)

O general “ Disciplina” fez essa afirmação quando discursava na abertura do 6º curso de estratégia e arte destinado à oficiais generais e almirantes das Forças Armadas Angolanas.

De acordo com o oficial general. neste sentido deve-se prestar maior vigilância a estes cenários para não permitir que a paz duramente conquistada à custa do suor e sangue de muitos filhos da pátria seja perturbada.

O curso que vai ser ministrado enquadra-se nas perspectivas e estratégias de formação definidas pelo comando superior das Forças Armadas Angolanas e materializadas pelo Estado Maior General por intermédio dos seus órgãos de ensino militar.

Esta formação marca uma etapa importante no âmbito da implementação da directiva do Presidente da República e Comandante -em- Chefe das Forças Armadas Angolanas, José
Eduardo dos Santos, que prevê um conjunto de tarefas concretas na perspectiva “ Angola 2020”, nas quais se destaca a formação continua dos quadros à todos os níveis como
premissa fundamental para a modernização da instituição castrense.

“Todavia, o sucesso de qualquer formação depende em última instância do engajamento efectivo que cada discente tiver no estudo das matérias que forem ministradas, além do
factor coabitação entre docentes, discentes, conteúdo, métodos de ensino e aprendizagem”, afirmou o general .

Egidio de Sousa e Santos afirmopu estar convicto de que as Forças Armadas Angolanas estão no bom caminho no concernente a formação, produzindo valores que possam enobrecer as estruturas de ensino militar, a instituição castrense, e o país em  geral no contexto interno e externo em última instância, o soldado que constitui a unidade de um todo que são as Forças  Armadas Angolanas.

Considerou que as Forças Armadas Angolanas estão a avançar com segurança na sua modernização.

Presenciaram a cerimónia de abertura do 6º curso de estratégia e arte comandantes dos três ramos das FAA, o assessor principal das Forças de Defesa e Segurança do país, general Kulakov , generais, almirantes, entre outros convidados. (portalnagop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA