Angola prepara condições de adesão aos protocolos da SADC

GEORGES CHICOTI, MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (Foto: Pedro Parente)

Angola continua a trabalhar para estar em condições de aderir aos Protocolos da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) referentes ao Comércio e a Livre Circulação de Pessoas e Bens disse hoje, quinta-feira, em Luanda, o ministro das Relações Exteriores, Georges Rebelo Pinto Chikoti.

GEORGES CHICOTI, MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (Foto: Pedro Parente)
GEORGES CHICOTI, MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (Foto: Pedro Parente)

O governante que falava à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, momentos antes de embarcar  para a capital tswanesa, Gaberone, onde vai participar a mais uma reunião do Conselho de Ministros da SADC, reconheceu que o país tem algum atraso com relação ao assunto, mas tudo faz para rapidamente conseguir assinar os dois documentos e sobretudo ratificá-los.

Georges Chikoti explicou que é necessário algum trabalho interno, em virtude da real situação, pois Angola viveu longos períodos de guerra e precisa de mais tempo, comparada com a maior parte dos membros da comunidade.

Explicou que para além destes aspectos Angola terá de se pronunciar sobre assuntos relacionados com a situação da segurança na região, sobretudo a crise político-militar na República Democrática do Congo e no Reino do Lesoto.

No que concerne a situação económica, financeira e social da região, os participantes vão tratar ainda da questão do Fundo de Desenvolvimento da região e do Financiamento do Orçamento 2015/16, referiu.

Integram a SADC Angola, África do Sul, Botswana, República Democrática do Congo (RDC), Ilhas Maurícias, Ilhas Seicheles, Lesotho, Malawi, Madagáscar, Moçambique, Namíbia, Swazilândia, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA