Amigos de Renato Seabra pedem ajuda ao Governo

Renato Seabra (D.R)

Jovem foi condenado nos Estados Unidos pelo homicídio do cronista Carlos Castro.

Renato Seabra (D.R)
Renato Seabra (D.R)

Renato Seabra terá de cumprir, no mínimo, 25 anos de prisão. O jovem, que está quase a completar o 26.º aniversário, foi condenado em 2012 a uma pena que pode chegar à prisão perpétua. Em causa o homicídio do cronista Carlos Castro com quem o então modelo estaria envolvido.

Agora, quatro anos após o homicídio que teve lugar em Nova Iorque e três anos depois da condenação, os amigos de Renato Seabra decidiram recorrer ao Governo português.

De acordo com o semanário SOL, o Ministério dos Negócios Estrangeiros recebeu uma carta em que os amigos do homicida pedem ajuda para que a pena de Renato seja reduzida. Na mesma missiva, revela o jornal, as autoridades são ainda alertadas para as más condições que o ex-modelo enfrenta na prisão de Rikers Island, em Nova Iorque.

Contudo, a resposta não foi animadora. A Direção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas explicou que só um tribunal norte-americano poderá tomar a decisão de reduzir a pena a que Renato Seabra foi condenado.

A primeira audiência para que possa ser pedida a liberdade condicional só poderá ter lugar em 2035, quando tiver cumprido 25 anos de prisão. Daí em diante a pena poderá ser revista a cada dois anos, podendo sair em condicional. Caso contrário, poderá ser obrigado a cumprir prisão perpétua. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA