Agrava-se crise entre a Venezuela e a Colômbia (vídeo)

(EURONEWS)
(EURONEWS)
(EURONEWS)

A Venezuela e a Colômbia convocaram os seus embaixadores.

A crise diplomática entre os dois países tem vindo a agravar-se, desde que o presidente venezuelano Nicolas Maduro ordenou, na semana passada, o encerramento de dois postos fronteiriços e deportou mais de mil colombianos.

(EURONEWS)
(EURONEWS)

A ONU manifestou preocupação face ao crescendo de tensão entre os dois países.

Maduro anunciou o encerramento dos postos fronteiriços depois de um tiroteio entre soldados venezuelanos e traficantes, que feriu três soldados.

O presidente venezuelano prolongou o encerramento por tempo indefinido, explicando que a expulsão dos colombianos é uma medida para lutar contra os grupos para-militares presentes na região.

(EURONEWS)
(EURONEWS)

Muitos daqueles deportados contaram que as suas casas foram destruídas. Centenas de pessoas têm atravessado o rio na fronteira transportando os haveres que conseguem carregar às costas.

O presidente Juan Manuel Santos comentou as deportações em massa, evocando preocupações sobre direitos humanos. O dirigente colombiano fez um apelo urgente à Organização dos Estados Americanos e à União das Nações Sul-americanas, para que examinem a situação. (euronews.com)

por Nelson Pereira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA