MINJUD lança projecto piloto de quiosques para jovens empreendedores na Casa da Juventude de Viana

(D.R.)
(D.R.)
(D.R.)

Está tudo a postos para que o ministro da Juventude e Desportos lance para a vida activa,  hoje às  9h15 minutos, na Casa da Juventude de Viana, o primeiro de 70 quiosques de vendas, destinados a Luanda, do projecto P200, que visa integrar na rede comercial normal, jovens com apetências para o negócio. O projecto gizado para todo o país contempla um total 130 unidades de retalho, vulgo quiosques, onde jovens até aos 25 anos  formados pelas parceiras  British American Tobacco, BAT, e DDM serão integrados no circuito comercial, como agentes de distribuição e venda de produtos a um preço certo.

O Programa P200, liderado pelo Ministério da Juventude e Desportos conta com a participação directa do Instituto Angolano da Juventude e do Ministério do Comércio, a Câmara do Comércio e Indústria, a BAT Angola e a DDM (empresa de distribuição de produtos manufacturados). Visa orientar e inserir no mercado uma faixa considerável da juventude com programas de auto emprego e empreendedorismo.

A empresa British American Tobacco na qualidade de promotora do programa investiu  821 mil dólares americanos para cobertura dos custos de fabrico e instalação de unidades de retalho, na perspectiva de tornar o projecto sustentável, logo no segundo ano de implantação.

A DDM, responsável pela distribuição  de produtos manufacturados a um universo superior a 3500 retalhistas, “com cerca de 27 marcas de produtos, lidera 90% do mercado angolano”, tem neste projecto P200, a responsabilidade de organizar e sustentar a rede comercial de produtos diferenciados e fazer com que os empreendedores consigam gerir com os próprios meios uma variedade de produtos, alimentares e outros.

Por sua vez, a Câmara de Comércio e Indústria de Angola disponibiliza aos beneficiários do P200, as ferramentas básicas da gestão de negócios. (cdi minjud)

 

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA