Agência de medicamentos nos EUA aprova primeiro ‘Viagra’ feminino

(AFP)
(AFP)
(AFP)

A Food and Drugs Administration (FDA), agência que regula alimentos e medicamentos nos Estados Unidos, deu sinal verde nesta terça-feira para a comercialização do flibanserin, apelidado de primeiro “Viagra” feminino, produzido pelo grupo Sprout Pharmaceuticals, destinado às mulheres na pré-menopausa que sofrem de falta de desejo sexual.

A agência, que tinha rejeitado o medicamento em duas oportunidades, em 2010 e 2013, acabou seguindo as recomendações formuladas em Junho passado por um comité consultivo de especialistas a favor de sua comercialização. O medicamento será vendido com o nome Addyi.

Em Junho, a equipe de especialistas pediu à FDA a aprovação do flibanserin, ainda que exclusivamente sob prescrição médica e com medidas adicionais para controle dos riscos.

O medicamento é um agente não hormonal, que actua nos neurotransmissores do cérebro para tratar uma condição conhecida como transtorno do desejo sexual hipo activo, isto é, perda do interesse sexual.

Mas pode produzir efeitos colaterais importantes, como náuseas, sonolência, queda da pressão arterial e desmaios.

Segundo documentos disponíveis no site da FDA na internet sobre um teste clínico, as mulheres que fizeram uso do flibanserin disseram ter tido, em média, 4,4 experiências sexuais satisfatórias em um mês contra 3,7 no grupo que consumiu placebo e 2,7 antes de iniciado o estudo. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA