Afrobasket2015: Seleccionador assume fracasso e pede desculpa a nação

MONCHO LOPEZ PEDE DESCULPAS A NAÇÃO (Foto: Clemente Dos Santos)

Radés – O treinador da selecção nacional de basquetebol, Moncho Lopez, assumiu, domingo, na Tunísia, o fracasso da equipa no Afrobasket2015 e pediu desculpas aos angolanos por ter falhado o 12º título africano e consequente apuramento aos Jogos Olímpicos do próximo ano, no Brasil.

MONCHO LOPEZ PEDE DESCULPAS A NAÇÃO (Foto: Clemente Dos Santos)
MONCHO LOPEZ PEDE DESCULPAS A NAÇÃO (Foto: Clemente Dos Santos)

Falando à imprensa angolana presente em Radés, Moncho Lopez, cujo contrato termina hoje (dia 31), referiu que queria entrar para a história do basquetebol angolano com letras de “ouro”, o que não sucedeu, mas está agradecido pelos esforços dos atletas e as condições de trabalho oferecidas pela federação angolana da modalidade (FAB).

Instado a pronunciar sobre o seu futuro na selecção de Angola, o treinador considerou ser o assunto da responsabilidade da direcção FAB e adiantou que, da Tunísia, vai se deslocar a Portugal, onde continua a orientar o FC Porto, já a partir de terça-feira.

Quanto à derrota frente a Nigéria (65-74), disse dever-se, sobretudo, a falta de soluções ofensivas e permissibilidade defensiva, pois o adversário num determinado momento parou a sua equipa com muito boa defesa e, a partir daí, a segunda parte teve diferença pontual grande que os nigerianos foram controlando.

“Tenho uma sensação de fracasso, estava a orientar uma das melhores equipas de África e queríamos chegar à esta final mais bem preparados do que chegamos. Peço desculpas por não ter conseguido o objectivo. Estou profundamente triste, tinha muita motivação, ambição e ilusão. Queria ser campeão africano e entrar na história do basquetebol angolano com letras de ouro”, desabafou. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA