Ler Agora:
Afrobasket: Irmãos Morais insuficientes ante Senegal
Artigo completo 2 minutos de leitura

Afrobasket: Irmãos Morais insuficientes ante Senegal

Radés – Melhores marcadores da selecção angolana no jogo diante do Senegal, com 19 e 14 pontos, respectivamente, os irmãos Carlos e Bráulio Morais foram insuficientes para evitar a primeira derrota da equipa no Afrobasket2015, em Radés, na Tunísia.

Afrobasket: Jogadores da selecção angolana desolados após a derrota diante da selecção do Senegal (Foto: Clemente Dos Santos)

Afrobasket: Jogadores da selecção angolana desolados após a derrota diante da selecção do Senegal (Foto: Clemente Dos Santos)

Reaparecido, após a partida anterior em que marcou nove pontos, Carlos Morais (1, 93 m e 29 anos) liderou, segunda-feira, o cinco nacional fazendo do jogo exterior a principal “arma” para suster o adversário de maior porte físico, cuja média de altura é 2,02 metros, mais cinco centímetros do que a de Angola (1, 97 m).

O extremo do Recreativo do Libolo foi o mais utilizado pelo técnico Moncho Lopez, 34:50 segundos, durante os quais contribuiu com cinco ressaltos e igual número de assistências.

A Bráulio foi dada responsabilidade de distribuir jogo a partir do início da prova, em substituição do veterano Armando Costa, e o base do Libolo conseguiu emprestar certa velocidade a equipa, apesar do pressing dos senegalese, que nalguns momentos do jogo optavam pela defesa zona.

Em 20 minutos e 14 segundos na quadra, o atleta do Liolo (1,85 m e 24 anos) capturou três ressaltos e fez uma assistência.

O “gigante” Yanick Moreira (2,11 m e 24 anos), que na tentativa de anular o senegalês da NBA, Gorgui Dieng, alternava a defesa com Felizardo Ambrósio, foi terceiro marcador do lado angolano, com 13 pontos. O poste experimentou também hoje o cinco inicial no afrobasket.

Muito aquém das expectativas estiveram o capitão Eduardo Mingas (0), Roberto Fortes (0) Armando Costa (1) e Felizardo Ambrósio (4), enquanto a baixa produtividade de Leonel Paulo (7), Reggie Moore (7) e Edson Ndoniema (8) pouco valeu. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »