200 jovens angolanos vão receber apoio do Programa P200, dirigido pelo MINJUD (1)

O ministro Gonçalves Muandumba, quando se dirigia ao quiosque a inaugurar em Viana. (Foto: Portaldeangola)
O ministro Gonçalves Muandumba, quando se dirigia ao quiosque a inaugurar em Viana. (Foto: Portaldeangola)
O ministro Gonçalves Muandumba, ao lado do administrador municipal de Viana, quando se dirigia ao quiosque a inaugurar em Viana.
(Foto: Pancho)

No quadro das medidas de organização do mercado, visando uma gestão eficiente e melhoramento do desempenho dos agentes económicos, algumas empresas que operam em Angola estão a coordenar acções com o Executivo, de modo a ganharem vantagens competitivas num mercado concorrido como o angolano. É nestes termos que pode ser entendida a iniciativa combinada da British American Tobacco, BAT e da DDM (líder na distribuição alimentar no país), com o alto patrocínio do Ministério da Juventude e Desportos e outros organismos estatais, na implementação do programa P200, destinado a promover o empreendedorismo no seio da camada jovem angolana.

O tradicional corte da fita no primeiro quiosque de Viana. (Foto: Portal de Angola)
O tradicional corte da fita no primeiro quiosque de Viana.
(Foto: Pancho)

No município de Viana foi lançado o primeiro de 70 quiosques patrocinados, a instalar, a partir de Setembro, em vários bairros de Luanda, visando incentivar a iniciativa empresarial formal na juventude e lançar as bases para reorganização do comércio a retalho, numa perspectiva do combate acelerado à fome e à pobreza.

O projecto é de âmbito nacional e comporta a instalação de 130 quiosques, fabricados em Cacuaco, por uma empresa nacional. Razão pela qual o programa P200 se evidencie com o slogan “um projecto de angolanos para Angola”.

Segundo o director para os assuntos corporativos, Adelino Chicapa, o projecto P200 tem uma abrangência forte, ao criar 200 postos de trabalho e atingir satisfação a mais de 2000 pessoas.

A equipa do Instituto da Juventude (Foto: Pancho)
A equipa do Instituto da Juventude
(Foto: Pancho)

O Programa P200 tem a chancela do Instituto da Juventude, que tem promovido várias acções para esbater o nível de desemprego que grassa nalguns sectores sensíveis da camada jovem de Angola.

O jovem António Jaime, 25 anos teve o privilégio de ser escolhido para o primeiro ensaio do programa P200, concebido para beneficiar duas centenas de candidatos, em todo o território nacional.

O Director geral da BAT e os seus directos colaboradores. (Foto: Pancho)
O Director geral da BAT e os seus colaboradores engajados no projecto P200.
(Foto: Pancho)

“É um sonho que se está a concretizar. Neste momento sinto uma alegria imensa por dar início a uma actividade comercial, com a ajuda de duas grandes empresas fornecedoras de produtos, que são a DDM e a BAT (British American Tobacco)”.

“Graças a Deus fui um dos escolhidos para esta operação e com a inauguração do quiosque já posso começar a trabalhar a partir de amanhã” – disse o jovem.

O feliz contemplado Jaime António, com a chave do seu quiosque. (Foto: Pancho)
O feliz contemplado Jaime António, com a chave do seu quiosque.
(Foto: Pancho)

“Este espaço está – felizmente bem localizado, numa zona onde passa muita gente e não vai ser difícil atrair clientes e cumprir com as regras do negócio – vaticina o jovem empreendedor. Segundo o acordo o jovem comerciante deve apresentar uma facturação mensal avaliada em 250 mil kwanzas, para garantir o fornecimento de novos produtos por parte da Distribuidora de Mercadorias, vulgo DDM. Quantia não difícil de realizar, tendo em conta a movimentação popular na área.

O quiosque de que é gestor foi montado num espaço com acesso à energia eléctrica e água, podendo mais tarde solicitar os serviços aos respectivos provedores.

O primeiro quiosque, inaugurado numa das pracetas de Viana, produzido por uma empresa de Cacuaco. Produto de qualidade. (Foto: Pancho)
O primeiro quiosque, inaugurado numa das pracetas de Viana, produzido por uma empresa de Cacuaco. Produto de qualidade.
(Foto: Pancho)

António Jaime começou o seu primeiro dia a facturar em grande, com os visitantes a não olharem para os preços tabelados e oferecerem as primeiras notas que saíam dos bolsos. Algumas de dois mil kwanzas para pagar uma caixinha de chiclets, num estímulo comum dos momentos inaugurais.

Representantes do Ministérios do Comércio, Economia, Nações Unidas, etc. marcaram presença no evento. (Foto: Pancho)
Representantes do Ministérios do Comércio, Economia, Nações Unidas, etc. marcaram presença no evento.
(Foto: Pancho)

O ministro da Juventude e Desportos Gonçalves Muandumba colocou a primeira nota e outros seguiram-lhe o exemplo, deixando António Jaime a deleitar-se com uma facturação extra de lucro puro.

Gracinhas à parte, o dia foi programado a contar com uma cerimónia especial na Casa da Juventude de Viana, onde foram convidados representantes da Casa Civil da Presidência da República; vice Presidência da República, dos Ministérios do Comércio, da Economia, INAPEM, Câmara de Comércio, Nações Unidas.

O Director geral da BAT e o ministro Gonçalves Muandumba. (Foto: Pancho)
O Director geral da BAT, Du Plessis e o ministro Gonçalves Muandumba.
(Foto: Pancho)

A cerimónia formal de apresentação do programa P200 decorreu no anfiteatro da Casa da Juventude, a abarrotar de convidados e alunos da instituição.

O Director, Manuel Kafussa aproveitou o momento para apresentar as valências da casa, que sobrevive com os rendimentos dos cursos correntes de formação profissional, como Informática, secretariado executivo, gestão de recursos humanos, contabilidade geral, gestão de empresa, electricidade, decoração e arte, hardware, inglês, com uma frequência anual, na ordem dos 6284 alunos, em 2014.

O Director Comercial, Hélder Kiala, da patrocinadora BAT no projecto P200, depois de apresentar a estratégia da empresa centrou a sua intervenção no investimento de USD 800 mil dólares, que a empresa dedicou ao programa P200, a implementar a partir de Setembro e no prazo de um ano, 130 quiosques em todo o território nacional.

Foto família com todas as partes envolvidas e apoiantes do Programa P200, que promove o empreendedorismo entre os jovens angolanos. (Foto: Pancho)
Foto de família com todas as partes envolvidas e apoiantes do Programa P200, que promove o empreendedorismo entre os jovens angolanos.
(Foto: Pancho)

A palavra foi a seguir cedida ao director geral da BAT, Du Plessis, que reiterou o apoio da multinacional, ao processo de estruturação do mercado, a partir do pequeno comércio. Por sua vez, o administrador municipal de Viana manifestou a satisfação pelo facto de o projecto jovem ter dado os primeiros passos, no seu território. Para o autarca, Viana, que é um dos maiores municípios de Luanda recebe e apoia a iniciativa que beneficia uma parte dos seus jovens munícipes.

Sponsors do Empreendedorismo jovem. (Foto: Pancho)
Sponsors do Empreendedorismo jovem.
(Foto: Pancho)

O ministro Gonçalves Muandumba ao agradecer o apoio das duas parceiras do projecto P200 (DDM e BAT), pediu que o álcool fosse arredado do leque de produtos a comercializar pelos quiosques.

A cerimónia encerrou com a visita às instalações da duas patrocinadoras, situadas no complexo empresarial Viana Park, onde os visitantes tomaram conhecimento do funcionamento dos respectivos negócios.

A tarde preencheu uma parte do dia aos convidados, que no final da visita reconheceram ter valido a pena reservar parte do seu tempo a valorizarem um projecto em prol do futuro dos nossos jovens. (cdi Minjud/portaldeangola.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA