Zimbabué: Justiça convoca os dois cúmplices da morte do leão Cecil

(DR)
(DR)
(DR)

Um dentista do Minesotta tornou-se o inimigo número 1 dos ecologistas de todo o mundo ao vitimar Cecil, o leão mais célebre do Zimbabué.

A morte da “estrela” de um parque natural do país levou a justiça a convocar os dois guias locais do norte-americano, suspeitos de cumplicidade em caça ilegal.

O leão teria sido atraído para fora da zona protegida antes de ser morto a tiro, 40 horas após ser ferido com uma flecha. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA