Yannick Moreira fora do Afrobasket

Basquetebol: Yanick Moreira (Foto: Angop)
Basquetebol: Yanick Moreira (Foto: Angop)
Basquetebol: Yanick Moreira (Foto: Angop)

O internacional angolano, Yanick Moreira, vai falhar a 28ª edição do Campeonato Africano das Nações da Tunísia, vulgo Afrobasket, prova a decorrer de 19 a 30 de Agosto do ano em curso. O facto foi revelado ontem pelo próprio atleta, em conferência de imprensa, realizada numa das salas de reuniões da Federação Angolana de Basquetebol, sita no Complexo da Cidadela Desportiva.

Ladeado por Tony Sofrimento, secretário-geral da federação, coube ao poste angolano, anunciar a sua ausência do grupo que a partir do dia 20 de Agosto próximo, começa a campanha rumo a reconquista do anel continental e, consequentemente, o apuramento aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil, em 2016.

Visivelmente triste  pelo facto de não poder fazer parte do grupo que vai defender o título africano na Tunísia, Yanick Moreira, 23 anos de idade, 2,11 centímetros, mostrou-se, igualmente, confiante no seu ingresso na Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA), por via dos Los Angeles Clippers.

“Primeiro gostaria de agradecer a presença de todos e dizer que, não foi uma decisão fácil porque eu gostaria imenso de estar presente no Afrobasket da Tunísia mas, infelizmente, não poderei estar. Depois de uma conversa que tive com a minha família e com a direcção da federação chegamos à conclusão que eu não poderia estar presente, devido os testes que vou fazer com a formação do Clippers. Devo estar na primeira semana de Agosto nos Estados Unidos da América para começar a fazer trabalhos específicos com a equipa, como o aumento da massa muscular entre outros aspectos”, revelou o internacional angolano que se preparava para disputar o seu primeiro Afrobasket.

Entretanto, Tony Sofrimento, secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol, afirmou na ocasião que foram esgotadas todas as possibilidades, para que o internacional angolano integrasse a Selecção Nacional que nesta altura efectua o estágio pré-competitivo em Espanha.

“Nós, federação, colocamos inclusive a possibilidade do treinador que vai cuidar da preparação do Yanick fazer parte da nossa delegação mas, infelizmente, fomos mal sucedidos”, disse o também director de Marketing e Relações Internacionais da FAB.

Com a ausência do poste, aumentam os constrangimentos do seleccionador nacional, Moncho López, que está em vias de “perder” o base Domingos Bonifácio, a contas com uma lesão, depois do afastamento do extremo base, Olímpio Cipriano, igualmente por lesão, para além da ausência de Sílvio Sousa, atleta que milita nos Estados Unidos da América. Razões académicas estão na base da sua ausência, de acordo com Tony Sofrimento. (jornaldosdesportos.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA