Vladimir Putin e Barack Obama voltam a discutir a crise na Síria

(Sputnik/ Guneev Sergey)
(Sputnik/ Guneev Sergey)
(Sputnik/ Guneev Sergey)

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, informou nesta terça-feira (7) que o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente dos EUA, Barack Obama, conversaram por telefone sobre a regulamentação da crise síria. Segundo ele, a Rússia confirmou a sua posição no diálogo.

“Aconteceu uma troca de opiniões sobre este assunto. A posição russa é bem conhecida e foi de novo tecida pelo presidente durante essa conversa”, disse Peskov aos jornalistas.

Obama afirmou na segunda-feira (6) que acreditava que a situação na Síria só poderia ser regulada através da formação de um novo governo sem o presidente do país árabe, Bashar al-Assad. O líder norte-americano acrescentou que ele expressou a sua opinião sobre o assunto em uma conversa telefónica com o seu homólogo russo.

A Rússia acredita que Assad é o presidente legítimo da Síria, e que o povo sírio deve ser capaz de escolher o seu governo e os seus líderes sem intervenção externa. (sputniknews.com)

DEIXE UMA RESPOSTA