Vice-presidente do Conselho de Ministros de Cuba chega ao país

Vice-presidente do Conselho de Ministros da República de Cuba, Ricardo Cabrizas Ruíz (Foto: Angop)

O Vice-presidente do Conselho de Ministros da República de Cuba, Ricardo Cabrizas Ruíz, chegou hoje, segunda-feira, a Luanda, para uma visita oficial de quatro dias, com vista o reforço das relações bilaterais e de cooperação entre os dois países.

Vice-presidente do Conselho de Ministros da República de Cuba, Ricardo Cabrizas Ruíz (Foto: Angop)
Vice-presidente do Conselho de Ministros da República de Cuba, Ricardo Cabrizas Ruíz (Foto: Angop)

No Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o governante cubano que não prestou declarações à imprensa, recebeu cumprimentos de boas vindas da embaixadora cubana acreditada em Angola, Gisela Garcia Rivera, e de outras personalidades presente para o efeito.

De acordo com o programa que a Angop teve acesso, após a sua chegada, o visitante irá manter um encontro com o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, e tem ainda agendado, durante a sua estadia, outras reuniões de trabalho com responsáveis de distintos sectores, nomeadamente da Construção, Saúde, Finanças, Transportes, Energia e Águas, Educação, Ensino Superior e Defesa Nacional.

Já na quinta-feira, o vice-presidente do Conselho de Ministro de Cuba, Ricardo Cabrizas Ruíz, vai ser recebido, em audiência, pelo Vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, com quem vai abordar assuntos relacionados com a cooperação bilateral entre Angola e Cuba.

Segundo ainda a agenda, o governante cubano vai encontrar-se também com o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Edeltrudes Costa, com o Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas Angolanas (FAA), Geraldo Sachipengo Nunda, com o Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Francisco de Lemos, e com o Presidente do Conselho de Administração do BPC, Paixão Júnior.

Angola e Cuba estabeleceram relações diplomáticas a 15 de Novembro de 1975, sendo que um ano depois os dois países assinaram o Acordo Geral de Cooperação, na base do qual foi instituída a Comissão Bilateral. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA