Universidade do Reino Unido descobre Alcorão mais antigo do mundo

(DR)
(DR)
(DR)

A universidade de Birmingham, do Reino Unido, divulgou nesta quarta-feira que testes científicos provaram que um manuscrito do Alcorão de sua colecção é o mais antigo do mundo e pode ter sido escrito perto da época do profeta Maomé.

O anúncio da Universidade animou os estudiosos muçulmanos e a comunidade muçulmana local, uma das maiores do país. A descoberta ocorreu após um aluno de doutoramento ter desconfiado e feito testes com radio-carbono, que demonstraram que o material era datado da época do profeta, que, acredita-se viveu entre 570 e 632.

“Esse manuscrito pode muito bem ter sido escrito logo após a morte de Maomé”, disse David Thomas, professor de Cristianismo e Islão na Universidade de Birmingham.

“Partes do Alcorão contidas nestes fragmentos são muito semelhantes ao Alcorão que conhecemos hoje. Esse tende a apoiar a ideia de que o Alcorão actual é muito parecido com o Alcorão que foi concebido nos primeiros anos do Islão”, comentou.

Thomas afirmou que os testes, conduzidos pela Universidade de Oxford, sugerem que o animal usado para fazer o pergaminho estava vivo durante a vida de Maomé, ou nasceu logo depois.

“Isso significa que partes do Alcorão que estão escritas neste pergaminho podem, com certo grau de confiança, serem datadas de menos de 20 anos após a morte de Maomé”, disse o estudioso.  (

por Associated Press

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA