Uíge: Habitantes de Quinvuenga enaltecem esforços do PR na solução dos seus problemas

(D.R)

Songo (Uíge) – Os habitantes da comuna do Quinvuenga no município do Songo, a 84 quilómetros a norte da cidade do Uíge, reconheceram os esforços empreendidos pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, na solução dos vários problemas que afligem a população.

(D.R)
(D.R)

O reconhecimento vem expresso numa mensagem da direcção das autoridades tradicionais de Quinvuenga, no quadro da visita efectuada segunda-feira pela secretária provincial do Uíge da OMA, Nazaré dos Anjos Mendes, no âmbito do trabalho de ajuda e controlo do funcionamento das estruturas de base.

“Não queremos deixar de reconhecer os esforços do Executivo liderado pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, no que toca as políticas do desenvolvimento do país, que mesmo com as dificuldades económicas, continua a verificar-se a construção de novas infra-estruturas sociais para o bem do povo”, lê-se na mensagem.

A população da comuna de Quinvuenga, refere o documento, aplaude a reabilitação de duas pontes sobre o rio Lukunga no troço que liga a sede municipal do Songo à respectiva comuna, bem como a construção de escolas, postos de saúde, reabilitação de estradas terciárias, que tem vindo a contribuir na melhoria das condições de vida da população local.

A fonte realça também a implementação dos programas de combate à fome e pobreza, os serviços municipalizados de saúde e “Água para Todos ”que estão a ajudar para o abastecimento de água potável as comunidades de Nzenguele, Quimunongo, Mpenda, Volombo, Ndemba e Nzinga, assim como o fornecimento de energia eléctrica domiciliária na sede comunal.

A comuna de Quinvuenga dista a 42 quilómetros da sede municipal do Songo e 84 a norte da cidade do Uíge, possui mil quilómetros quadrados, distribuídos em cinco regedorias e uma população de 8.500 habitantes, na sua maioria camponesa. Produzem mandioca, feijão, amendoim, gergelim, batata-doce, banana, cana-de-açúcar, palmeira de dendén e hortícolas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA