Tunísia prorroga estado de emergência

(Foto: Afp)
(Foto: Afp)
(Foto: Afp)

A Tunísia prorrogou nesta sexta-feira por dois meses o estado de emergência de 30 dias proclamado em 4 de Julho pela persistente ameaça de atentados jihadistas.

Segundo comunicado da presidência, esta decisão não foi tomada por ameaças concretas, e sim “porque as causas que levaram a essa proclamação continuam existindo”.

“Estamos em guerra contra o terrorismo”, afirma o texto.

O estado de emergência foi decretado em 4 de Julho, quatro dias depois do ataque jihadista mais violento da história da Tunísia, no qual morreram 38 turistas quando um estudante tunisino abriu fogo com uma Kalachnikov contra os hóspedes em um hotel de praia.

O atentado foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI), como já havia feito com o ataque a turista no Museu do Bardo, em Março passado.

afp_tickers (swissinfo.ch)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA