Trezentos alunos reprovaram por “matarem aulas” no primeiro trimestre do anoTrezentos alunos reprovaram por “matarem aulas” no primeiro trimestre do ano

ANDRÉ SOMA - DIRECTOR PROVINCIAL DE EDUCAÇÃO (Foto: Rosário Santos)

Trezentos alunos do primeiro ciclo e do ensino secundário reprovaram por faltas no primeiro trimestre deste ano por “matarem aulas” situação em que os alunos fogem das salas as sexta-feira, disse o director do Gabinete Provincial da Educação, André Soma.

ANDRÉ SOMA - DIRECTOR PROVINCIAL DE EDUCAÇÃO (Foto: Rosário Santos)
ANDRÉ SOMA – DIRECTOR PROVINCIAL DE EDUCAÇÃO (Foto: Rosário Santos)

O responsável explicou que muitos alunos deixaram de assistir aulas no primeiro trimestre, para se envolver em comportamentos indecorosos, facto que deve ser combatido por todos os intervenientes, para que situações do género não se repita nestes meses que faltam para terminar o ano lectivo.

Disse  que ultimamente tem se vivido problemas muitos sérios devido ao  fenómeno “mata aulas” onde os adolescentes e  jovens,  as sextas-feiras, saem de casa com o intuito de ir para escola, mas depois seguem outros rumos.

André Soma explicou que geralmente os alunos concentram-se em um apartamento onde realizam festas indecorosas, por isso a sociedade esta preocupada, motivo pela qual foi realizado o encontro para traçar estratégias de actuação para a mudança do quadro.

Explicou que os encarregados de educação devem garantir a educação dos filhos logo a saída de casa, para os professores darem continuidade das boas maneiras, trazendo bases de educação moral e cívica, transmitindo conhecimentos científicos para saberem viver em sociedade.

André Soma anunciou ainda para  este mês a constituição de equipas de Segurança Comunitária Escolar, contemplando duas escolas, as mas problemáticas, por cada município ou distrito  para depois atingir todas as escolas que compõem a província de Luanda. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA