Sonangol mantém posição no BCP mas fecha a torneira

SONANGOL (DR)
SONANGOL (DR)
SONANGOL (DR)

A petrolífera angolana afasta novos investimento no BCP após três anos em que aplicou cerca de 600 milhões no banco. Indisponibilidade do maior accionista acontece numa altura em que a instituição está a reforçar solidez pelos seus meios.

Nem mais um euro para capitalizar o BCP. De forma simples, é esta a posição da Sonangol em relação ao banco liderado por Nuno Amado. A petrolífera angolana, que com 19,44% é o maior accionista da instituição. (jornaldenegocios.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA