Seis cidadãos do Congo Democrático morrem num naufrágio no rio Cuango

(Foto: Rosário dos Santos)
(Foto: Rosário dos Santos)
(Foto: Rosário dos Santos)

Seis cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) morreram e um número indeterminado é dado como desaparecido após o naufrágio de uma traineira na segunda-feira no rio Cuango, divisão entre a fronteira comum com Angola.

O porta-voz do Comando Geral da Polícia Nacional (CGPN), comissário Aristófanes dos Santos, disse hoje, terça-feira, à Angop que o naufrágio ocorreu quando o grupo efectuava a travessia entre a província do Cuango/RDC, no bairro Kinganga, Posto Fronteiriço de Kimbele/Uíge, em Angola.

De acordo com o responsável, a embarcação transportava quantidade indeterminada de mercadoria não especificada, e dos dados constam, igualmente, o desaparecimento de uma arma do tipo AKM-47 de um soldado das Forças Armadas do Congo (FAC), que fazia escolta da embarcação.

“ No entanto presume-se que o excesso de carga poderá estar na origem desse infortúnio”, afirmou

Aristófanes dos Santos disse que nas últimas 24 horas as autoridades policiais guarda fronteira recolheram três cidadãos da RDC, na província da Lunda Norte, no prosseguimento da operação “ Intermitente”, por permanência ilegal no país.

Nas províncias de Cabinda, Zaire, Uíge, Malanje e Cuando- Cubango pelas mesmas razões foram detidos 26 cidadãos, sendo 25 da RDC e um namibiano, bem como registou-se a saída voluntária de 27 outros da RDC. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA