São Tomé e Príncipe:Pr manifesta profunda consternação pela morte de Corsino Fortes

Presidente de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa (Foto: Angop)

São Tomé, – O Presidente são-tomense, Manuel Pinto da Costa, manifestou domingo “profunda consternação” com a morte de Corsino Fortes, político e diplomata cabo-verdiano.

Presidente de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa (Foto: Angop)
Presidente de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa (Foto: Angop)

Em mensagem de condolências enviada ao seu homólogo cabo-verdiano Jorge Carlos Fonseca, Pinto da Costa sublinha que Corsino Forte é uma figura que os são-tomenses “recordam com imensa gratidão” porque desde os primeiros anos da independência de São Tomé e Príncipe e “na qualidade de emissário especial de Cabo Verde junto de São Tomé e Príncipe, muito contribuiu para o reforço das relações bilaterais entre os dois países”.

“Corsino Fortes, que tive o privilégio de conhecer, foi igualmente um poeta épico que a partir da tradição dos movimentos Claridade e Clareza ousou construir uma linguagem própria com densidade semântica e cunho de modernidade, onde o homem é sempre um ser livre e capaz da sua autodeterminação”, diz Pinto da Costa na mensagem enviada ao Presidente cabo-verdiano.

“Ao ministro, embaixador e homem de cultura que com a mesma elegância, diligência e qualidade a um tempo caminhava pelos corredores do poder e a outro redigia das mais nobres páginas da literatura cabo-verdiana e lusófona rendemos uma justa e sentida homenagem”, refere Pinto da Costa na sua mensagem. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA