Reunião do Comité Africano da CISAC marca semana de educação&cultura

(D.R)

A reunião do Comité Africano da CISAC (Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores) marcou a semana de educação&cultura, que hoje, sábado, termina.

(D.R)
(D.R)

O evento contou com a participação de mais de 30 sociedades de direitos de autores africanas e da CISAC, bem como entidades ligadas ao sector oriundas da Europa.

Falando na abertura do certame, a ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, reafirmou que o Executivo angolano está a ajustar a sua produção legislativa relativa à protecção dos direitos dos criadores.

Segundo a responsável, o Executivo já aprovou e remeterá para a apreciação, da Assembleia Nacional, projectos de diplomas relativos a adesão de Angola à Convenção de Roma, sobre a Protecção dos Artistas, Intérpretes ou Executantes, Produtores de Fonogramas e a Convenção de Berna, que consagra a protecção de obras literárias e artísticas.

Ainda na vertente cultural, mereceu a atenção da Angop a participação dos músicos angolanos Bruna Tatiana e Totó no STP Music Award, em São Tomé e Príncipe.

Os dois artistas angolanos participaram no evento como convidados da organização, deixando, em palco, durante as suas actuações, o perfume do que melhor se produz musicalmente em Angola.

No domínio educativo fez manchete a deslocação do ministro Pinda Simão à província do Bié, onde, em pouco mais de 24 horas, manteve um encontro com professores, assim como visitou o Instituto Médio Agrário do Andulo (IMA).

Durante a sua estada no Bié, Pinda Simão defendeu a necessidade de existir maior interacção entre as famílias e o sector da Educação, para melhor se educar e formar a criança.

O governante advogou essa posição, em declarações à imprensa, tendo sublinhado ser fundamental uma participação mais activa das famílias junto das instituições escolares para melhor acompanharem o desenvolvimento académico e comportamental da criança.

O ministro considerou ainda satisfatório a parceria do sector privado, consubstanciado na construção de infra-estruturas escolares visando a redução do índice de crianças fora do sistema de ensino. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA