Quinze mil ex-militantes da Unita ingressam no MPLA nos últimos sete anos

Militantes do MPLA (Foto: Ampe Rogério / RA)

Huambo – Pelo menos 15 mil ex-militantes da Unita ingressaram no MPLA na província do Huambo, desde 2008, por considerarem ser o melhor partido para continuarem a desenvolver a sua actividade politica.

Militantes do MPLA (Foto: Ampe Rogério / RA)
Militantes do MPLA (Foto: Ampe Rogério / RA)

Os dados foram divulgados terça-feira, nesta região, pelo 1º secretário local do MPLA, Kundi Paihama, num acto de massas realizado no bairro Kavongue, arredores da cidade do Huambo, no qual foram apresentados 675 novos militantes provenientes do maior partido da oposição.

Disse que o ingresso destes militantes, de forma voluntária, resulta da acção de mobilização do MPLA, que constitui a principal alavanca para o crescimento do partido que governa o país.

Kundi Paihama afirmou que o partido que dirige não fecha às portas a qualquer cidadão que quer filiar-se nele, independentemente de já ter militado num outro.

Disse que a paz, alcançada a 4 de Abril de 2002, representa um momento propício para cada cidadão exercer a sua liberdade de escolha de organização partidária em conformidade com a lei, com vista a consolidação do princípio democrático consagrado na Constituição.

Kundi Paihama referiu que o respeito pela vontade expressa dos cidadãos constitui o factor fundamental para a construção de um país democrático de direitos, através do respeito mútuo e a diferença.

Por isso, apelou aos líderes das outras organizações partidárias a deixarem que os seus militantes exerçam livremente as suas escolhas. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA