Quénia: Para não ser castrado pela mulher, homem inventa cueca de aço

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Nyeri é uma cidade do Quénia que convive com um drama que aflige boa parte do país, mas se destaca nessa região: alcoolismo. Isso porque, por lá, os moradores costumam fabricar suas próprias cervejas. Por isso, as mulheres locais tomaram uma atitude drástica.

Foram registados nos últimos meses dezenas de casos de castração por conta do alcoolismo. Isso mesmo: para tentar evitar que os maridos fiquem bêbados, as mulheres locais ameaçam castrá-los. Ciente disso, o empresário Barrack Oswere decidiu criar uma protecção para quem não quer largar a bebida.

O empresário investiu tempo e dinheiro na criação de uma cueca de aço para proteger aqueles que chegam em casa bêbados. Equipada com um cadeado, ela evita que os homens sejam atacados enquanto dormem — o que, segundo ele, acontece com frequência.

A questão, porém, é que as autoridades não gostaram da invenção. Isso porque muitas mortes têm sido registada no país devido ao alcoolismo e, por conta disso, julga-se que a invenção incentiva os homens a beberem mais ainda.

Por conta do problema, autoridades apreendem e queimam milhares de litros de cerveja artesanal. Ainda assim, o problema persiste. Quanto à cueca de aço, ela esta ser vendida, enquanto que as mulheres que castram os seus maridos têm sido presas. (yahoo.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA