Quarenta salas de parto terão disponível vacina contra Hepatite B

VACINA SERÁ LANÇADA NA MATERNIDADE LUCRÉCIA PAIM (Foto: Viera Aspirante)

Quarenta salas de parto da província de Luanda terão, a partir de terça-feira, disponível a vacina contra a Hepatite B, para imunizar bebés nascidos nas unidades sanitárias públicas.

VACINA SERÁ LANÇADA NA MATERNIDADE LUCRÉCIA PAIM (Foto: Viera Aspirante)
VACINA SERÁ LANÇADA NA MATERNIDADE LUCRÉCIA PAIM (Foto: Viera Aspirante)

O acto de imunização de recém nascidos, que visa a redução da mortalidade por doenças preveníveis pela vacinação, incia terça-feira após lançamento da vacina na Maternidade Lucrécia Paím.

Em declarações à Angop, a directora do Gabinete Provincial da Saúde de Luanda, Rosa Bessa, afirmou que, numa primeira fase, prevê-se vacinar aproximadamente 106 mil recém-nascidos, até Dezembro deste ano.

Acrescentou que o Governo Provincial de Luanda vai aproveitar esta oportunidade para reforçar a importância do cumprimento do pacote básico da sala de parto, mormente o aleitamento materno na 1ª meia hora pós –parto, vacinação contra Pólio 0, BCG e administração de Vitamina A às mulheres após o parto (puérperas).

Segundo Rosa Bessa, com este acto, pretende-se aumentar em pelo menos 20 por cento o número de crianças vacinadas com BCG e Pólio 0 em relação ao primeiro semestre de 2015.

Aumentar em 20 por cento a administração da Vitamina A em Puérperas que utilizam as unidades sanitárias, promover o aleitamento materno e fornecer informações básicas ao profissional de saúde para que , de maneira eficiente, as mães tenham uma amamenta­ção bem sucedida são outros objectivos Em Angola, a Hepatite B constituiu a 10ª causa de mortalidade em 2014. Estudos realizados na Província do Bíé, em 2008, em doadores de sangue, concluiram a existência de uma prevalência de  8,9 por cento.

Na África subsariana, assim como grande parte da Ásia e do Pacífico, os portadores crónicos representam oito a 10 por cento da população. Nestas regiões, o câncer do fígado causado pela Hepatite B está entre as três primeiras causas de morte por câncer.

No  mundo, os Programas de Vacinação implementaram  a vacinação contra Hepatite B em lactentes, com a primeira dose nas primeiras 24 horas após o nascimento  e  foram altamente eficazes na redução da incidência e prevalência da doença .

A Hepatite B é uma doença infecciosa inflamatória do fígado causada pelo vírus da hepatite B – VHB que afecta seres humanos e alguns outros primatas. Cerca de 25 por cento (1 em cada 4) dos adultos infectados crônicos durante a infância morreram de câncer ou cirrose.

Segundo a Organização Mundial de Saúde cerca de cinco por cento da população mundial terá a doença ou será portadora sem sintomas, numa altura em que existem aproximadamente 240 milhões de portadores da Hepatite B crónica, tornando-a uma das piores pandemias actualmente. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA