Primeiro-ministro grego altera gabinete após dissidências parlamentares

(Foto de Aris Messinis/AFP)
(Foto de Aris Messinis/AFP)
(Foto de Aris Messinis/AFP)

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, anunciou nesta sexta-feira à noite alterações em seu governo, após a dissidência de uma parte de sua maioria durante a votação no Parlamento do primeiro pacote de reformas exigidas pelos credores em troca de uma nova ajuda financeira à Grécia.

Trata-se da primeira remodelação desde sua chegada ao poder há seis meses.

Alexis Tsipras realizou dez trocas em sua equipe para substituir os ministros e, sobretudo, vice-ministros, que votaram contra as medidas, rejeitadas na quinta-feira por menos de um quarto de seu partido, o Syriza.

Foram substituídos três ministros dissidentes, incluindo o da Energia e Infra-estrutura, Panagiotis Lafazanis, e a vice-ministra das Finanças, Nadia Valanis, que já havia apresentado sua renúncia.

O ministro do Trabalho, Dimitris Stratoulis, e o ministro da Defesa, Costas Isychos, também foram trocados.

Em contrapartida, o ministro das Finanças, Euclide Tsakalotos, foi mantido no cargo.

Entre os 149 deputados do grupo parlamentar do Syriza, 32 deputados, incluindo os cinco ministros substituídos e a presidente do Parlamento, votaram “não” às medidas, enquanto seis se abstiveram e um deputado esteve ausente.

As nomeações dos substitutos foi atrasada em razão dos incêndios que devastam Peloponeso e Ática, segundo indicou o gabinete do primeiro-ministro em um comunicado. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA