Presidente da JEA lamenta pouca divulgação do 03 de Julho

AMBIENTALISTA DEFENDE REGULAÇÃO DO USO DE SACOS PLÁSTICOS (Foto: Francisco Miudo)

O presidente da Juventude Ecológica de Angola (JEA), José Silva, lamentou hoje (sábado) que o 03 de Julho, Dia Internacional Sem Sacos Plásticos, seja pouco conhecido no país, defendendo a sua divulgação para maior reflexão sobre o impacto deste produto no meio ambiente.

AMBIENTALISTA DEFENDE REGULAÇÃO DO USO DE SACOS PLÁSTICOS (Foto: Francisco Miudo)
AMBIENTALISTA DEFENDE REGULAÇÃO DO USO DE SACOS PLÁSTICOS (Foto: Francisco Miudo)

Em declarações à Angop em Luanda, o ambientalista avanço que a JEA está a trabalhar na recolha de informações para que a efeméride passe a constar do livro oficial de datas ambientais.

“Os sacos plásticos são vistos em vários pontos das cidades, desde os pequenos aos grandes espaços comerciais,  que constituem os principais focos deste tipo de resíduo” observou.

A fonte advogou a necessidade da elaboração e aprovação de diplomas específicos para regular o uso de sacos plásticos, à semelhança de outros países africanos, como Cabo Verde.

“Não defendemos medidas extremas, mas que de forma gradual e com ênfase na informação e educação ambiental, se induza os cidadãos a reduzir o uso dos sacos plásticos, contribuindo assim para a uma sociedade sustentável”, sublinhou.

“Nesta senda, a JEA prevê estabelecer parcerias com grandes superfícies comerciais e realizar campanhas de promoção e sensibilização aos seus clientes com relação à temática”, avançou.

O 03 de Julho é comemorado para alertar a sociedade sobre a necessidade de redução do consumo e utilização excessiva de sacos de plástico descartáveis que, na maioria das vezes, terminam no lixo após uma única utilização, ou acabam por ser libertados no ambiente, constituindo um problema ambiental grave em termos de poluição.

A iniciativa surgiu em 2008, na Espanha, com o projecto “Catalunha livre de sacos plásticos”  e foi promovida em vários países europeus. Em 2010, foi feita uma convocatória internacional, por várias organizações mundiais, que associaram-se à iniciativa, nascendo assim o “Dia internacional sem sacos plásticos”.

Para além do consumo de recursos, o uso insustentável de sacos é potenciado pela falta de valor que o consumidor lhe atribui. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA