Presidente da Andrade Gutierrez vira réu na Lava Jato

Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez é encaminhado para o IML de Curitiba (PR), na manhã deste sábado (20) (Gisele Pimenta/Frame/Folhapress)
Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez é encaminhado para o IML de Curitiba (PR), na manhã deste sábado (20) (Gisele Pimenta/Frame/Folhapress)
Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez é encaminhado para o IML de Curitiba (PR), na manhã deste sábado (20) (Gisele Pimenta/Frame/Folhapress)

A Justiça Federal abriu ação penal nesta quarta-feira, 29, contra o empresário Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez e mais 12 investigados na Operação Lava Jato. A Procuradoria da República atribui ao empreiteiro e aos outros acusados os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A decisão é do juiz federal Sérgio Moro.

É a primeira vez que Otávio de Azevedo vira réu em ação penal da Lava Jato. Nesta terça-feira, 28, outro empreiteiro, Marcelo Bahia Odebrecht, também tornou-se réu pelos mesmo crimes atribuídos ao presidente da Andrade Gutierrez.

Neste processo contra Otávio de Azevedo, também são réus o doleiro Alberto Youssef, os executivos Antônio Pedro Campelo de Souza, Armando Furlan Júnior, Elton Negrão de Azevedo Júnior, Fernando Antônio Falcão Soares, Flávio Gomes Machado Filho, Lucélio Roberto Von Lehsten Goes, Mario Frederico Mendonça Goes, Otávio Marques de Azevedo, Paulo Roberto Costa, Paulo Roberto Dalmazzo, Pedro José Barusco Filho; e Renato de Souza Duque. (Estadão Conteúdo)

por Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo | Estadão Conteúdo

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA