Presente de papa a cardeal roubado em assalto no Rio

(D.R)
(D.R)
(D.R)

Arcebispo foi vítima pela segunda vez neste ano e ficou sem cruz de prata, oferta de João Paulo II. Mas não quer ver menores na prisão.

Uma cruz de prata oferecida pelo papa João Paulo II ao cardeal Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, foi roubada por um grupo de assaltantes ao final da noite de domingo, no bairro de Quintino, da zona norte da cidade brasileira. “Foi tudo tão rápido que nem tive tempo de temer pela minha vida”, disse o arcebispo, que seguia numa viatura acompanhado do motorista e de um casal de amigos. Ninguém se feriu no assalto.

Dom Orani, que perdeu também o relógio, o telemóvel, além de livros e vestes religiosas no assalto, seguia de carro com um motorista e um casal italiano a caminho da arquidiocese do Rio depois de um evento religioso na Paróquia da Nossa Senhora da Paz, em Campo Grande, na zona oeste carioca. (dn.pt)

DEIXE UMA RESPOSTA