Polícia Nacional projecta abertura de novas unidades em Luanda

COMANDANTE DA POLICIA NACIONAL REALIZA VISITA DE CONSTATAÇÃO (Foto: Gaspar Dos Santos)

Sete novas unidades de polícia, construídas de raiz, em Luanda, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIB) do Executivo angolano serão inauguradas, este ano, nos arredores da cidade capital, visando conferir melhores condições de trabalho e maior proximidades com as comunidades.

COMANDANTE DA POLICIA NACIONAL REALIZA VISITA DE CONSTATAÇÃO (Foto: Gaspar Dos Santos)
COMANDANTE DA POLICIA NACIONAL REALIZA VISITA DE CONSTATAÇÃO (Foto: Gaspar Dos Santos)

A constatação foi feita quarta-feira por uma delegação do Comando Geral da Polícia Nacional (CGPN) chefiada pelo seu comandante, comissário- geral, Ambrósio de Lemos durante uma visita de campo as futuras instalações dos comandos das direcções nacionais de Unidade de Protecção de Objectivos Estratégicos (CUPOE) e Polícia Fiscal,  localizadas no município de Cacuaco e distrito urbano da Ingombota.

Foram ainda visitadas em Viana as obras do comando de Viana, duas esquadras de menores dimensões e , igual numero , na Centralidade do Kilamba .  As sete unidades estão orçadas em mais de dez milhões de dólares americanos.

As obras do comando municipal de Viana  e as duas esquadras da Centralidade do Kilamba, encontram-se acima dos 95 por cento de execução, restando apenas o apetrechamento com meios técnicos, logísticos  e de escritório, com inauguração previstas para Julho e Setembro.

Por sua vez,  as duas esquadras, em Viana  e as unidades da Polícia Fiscal e CUPOE tem as obras a mais de 60 por centos para a conclusão, devendo ser inauguradas em dezembro.

Em declarações  aos jornalistas, o comandante geral da corporação, Comissário-geral Ambrósio de Lemos referiu ser pretensão do Executivo colocar unidades policiais onde se encontra a população, de modo  que a polícia esteja mais próxima das comunidades.

“ Não obstantes as dificuldades financeiras vigentes, temos recebido o aval e carinho do Executivo, na construção de infra-estruturas, em especial do Presidente da Republica, José Eduardo dos Santos que quer ver garantia a prestação de serviço no domínio da segurança das comunidades”, sublinhou.

Anunciou na ocasião a criação de áreas de atenção à vítima, um gabinete de atendimento de psicologia, psico-tecnica para atender questões de cidadãos e efectivos da corporação

No âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIB) 2013/14 esta previsto a inauguração de outras 37 infra-estruturas, nas diversas províncias do país. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA