Polícia Nacional detém preventivamente mais de 100 pessoas envolvidas em vários crimes

MELIANTES DETIDOS PELA POLÍCIA (Foto: Pedro Parente)

A Polícia Nacional deteve 106 pessoas acusadas de participar em 127 crimes de natureza diversa, nas ultimas 48 horas, no país, disse hoje, quinta-feira, o comissario Aristófanes dos Santos.

MELIANTES DETIDOS PELA POLÍCIA (Foto: Pedro Parente)
MELIANTES DETIDOS PELA POLÍCIA (Foto: Pedro Parente)

O porta-voz do Comando Geral da polícia disse que os detidos estão envolvidos em homicídios voluntários, furtos e roubos de artigos diversos, valores monetários, ofensas corporais e porte ilegal de arma de fogo.

O responsável destacou o homicídio voluntário por agressão física, concorrido com  roubo de seis milhões de Kwanzas, dois carregadores de AKM, praticado por seis homens não identificados, sendo vítima um homem que se encontrava como segurança de uma marcenaria no Bairro Km-30, no município de Viana, em Luanda.

No município de Cacuaco foi detido um cidadão, que fazia parte de um grupo de quatro, que participou na violação sexual de uma menina de 14 anos de idade.

“ Arrombaram a porta da residência, exigindo valores monetários, levaram-na para uma casa em construção, onde foi consumado o acto. Com a ajuda dos vizinhos foi possível a detenção do mesmo sujeito, no bairro da Pedreira”, explicou o oficial.

A polícia registou também o roubo de quatro viaturas ligeiras, praticado  por  marginais não identificados nos distritos urbanos do Rangel, Maianga e município de Viana.

No município do Cazenga foram detidos quatro homens acusados de ter furtado uma viatura com o trailer, contendo 600 sacos de açúcar, já recuperados, quando a empresa gestora de “GPS” detectou que o carro mudou de trajecto, para o quintal de uma residência, no Bairro Grafanil.

O oficial comissário disse que duas crianças, de sete e 12 anos de idade, ficaram feridas  depois da deflagração de um engenho explosivo (granada F1),quando brincavam com o objecto no interior de uma residência, martelando com uma pedra, no bairro Tchipeta II, comuna do Cunje, município do Kuito, província do Bié.

Em reação as forças da ordem apreenderam dez  armas de fogo, um  computador, uma pistola de pintura, 56 porções de liamba, um pé de cabra, uma viatura e 156 motociclos.

Foram registados 31 acidentes de viação que causaram 14 mortos e 52 feridos, bem como a aplicação de 128 multas por infracção ao Código da Estrada.

Já no âmbito da operação “Intermitente”, no município do Cuango, Província da Lunda Norte, foram detidos 50 cidadãos da República Democrática do Congo, por permanência ilegal  no país e registou-se a saída voluntária de outras 63 pessoas em cabinda e Uige.

Na fronteira com a República da Namíbia, na localidade de Santa Clara, província do Cunene procedeu-se a apreensão de Akz.514.000,00, em posse de um angolano, quando pretendia transpor a fronteira, bem como de um navio, com bandeira filipina, pertencente a firma “FAMAR”, por crime de contrabando e exportação de combustível. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA