Petrobras: CPI quer promover acareação com Barusco, Duque e Vaccari

(D.R)
(D.R)
(D.R)

A advogada Beatriz Catta Preta solicitou que Barusco fosse dispensado em virtude do agravamento de seu estado de saúde.

Momentos antes do depoimento do ex-ministro da Controladoria Geral da União Jorge Hage, o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), reiterou que indeferiu o pedido da defesa do ex-gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco de faltar às acareações previstas para esta semana.

A advogada Beatriz Catta Preta solicitou que Barusco fosse dispensado em virtude do agravamento de seu estado de saúde, mas Motta entendeu que, se o ex-gerente depôs recentemente à Justiça Federal no Paraná, teria condições de participar da audiência na CPI. A defesa recorreu ao STF.

Motta também leu ofícios do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, informando que os pedidos do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque para não participar das acareações foram negados. Os depoentes, no entanto, poderão permanecer em silêncio. Com informações do Estadão Conteúdo. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA