Pentágono mantém opção militar ante eventual bomba atómica iraniana

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O acordo sobre o programa nuclear iraniano não impede o Pentágono de manter a opção militar para impedir que o Irão desenvolva a bomba atómica, assinalou neste domingo o secretário de Defesa americano, Ashton Carter.

O secretário conversou com jornalistas no avião que o levava a Israel, primeira etapa de um giro pelo Oriente Médio destinado, principalmente, a tranquilizar os aliados dos Estados Unidos na região, preocupados com o acordo.

“Uma das razões pelas quais este acordo é bom é que ele não impede em nada que se mantenha a opção militar americana entre as alternativas caso o Irão tente, apesar de tudo, fabricar a bomba”, declarou.

Carter assinalou que os Estados Unidos continuam aprofundando sua cooperação militar com os aliados tradicionais na região, como Israel e Arábia Saudita.

Em Israel, Carter irá reunir-se com o primeiro ministro Benjamin Netanyahu e com o ministro da Defesa. Na Arábia Saudita, com o rei e o ministro da Defesa. Carter também visitará a Jordânia.

Segundo a imprensa de Israel, este país tentará obter compensações dos Estados Unidos após o acordo com o Irão, sob a forma de reforço da ajuda militar. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA