Ler Agora:
No Burkina Faso antigo presidente indiciado por alta traição
Artigo completo 2 minutos de leitura

No Burkina Faso antigo presidente indiciado por alta traição

Blaise Compaoré à Addis-Abeba lors d'un sommet de l'Union africaine, le 28 janvier 2011. (REUTERS/Thomas Mukoya)

Blaise Compaoré à Addis-Abeba lors d’un sommet de l’Union africaine, le 28 janvier 2011.
(REUTERS/Thomas Mukoya)

Os deputados do parlamento interino do Burkina Faso votaram nesta quinta-feira a formalização da acusação contra o antigo presidente Blaise Compaoré perante o Alto tribunal de justiça por “alta traição” e “atentado à Constituição”. O ex chefe de Estado fora derrubado a 31 de Outubro passado na sequência de uma revolta popular que se seguira à sua determinação em alterar a lei fundamental por forma a se candidatar a um terceiro mandato.

Todos os membros do antigo governo, presentes no Conselho de ministros de 21de Outubro de 2014,  foram acusados de assassínio e de abusos. Fora nesta reunião que o projecto de revisão constitucional fora adoptado, não obstante o descontentamento popular expresso nas ruas.

60 dos 63 membros do parlamento votaram ontem por estas acusações, com os deputados que representavam a antiga maioria a se pautarem pela ausência no momento da votação.

Blaise Compaoré vive no exílio na Costa do Marfim, tendo-se deslocado ontem para Marrocos para tratamento médico na sequência de uma queda.

Competirá agora ao Alto tribunal de justiça dar seguimento ao dossier. (rfi.fr)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »