Itália: Ministro considera positiva visita do Chefe de Estado angolano

Georges Chikoti - Ministro das Relações Exteriores (Foto: Francisco Miudo)
Georges Chikoti - Ministro das Relações Exteriores (Foto: Francisco Miudo)
Georges Chikoti – Ministro das Relações Exteriores (Foto: Francisco Miudo)

O ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, considerou hoje, terça-feira, em Roma, “extremamente positiva” a visita de dois dias que o Chefe de Estado Angolano, José Eduardo dos Santos, efectua a República da Itália, visando o reforço da cooperação.

De acordo com o titular das Relações Exteriores de Angola, “a visita ultrapassou as expectativas esperadas”, pois para além dos encontros, foram rubricados três instrumentos jurídicos, nomeadamente o Memorando de Entendimento de Consultas Bilaterais, o Memorando de Entendimento sobre Cooperação Económica e o Memorando de Entendimento de Seguro ao Crédito Externo.

Georges Chikoti referiu que nas audiências concedidas pelo Presidente José Eduardo dos Santos, aos empresários italianos, foi notório um “grande interesse das empresas italianas relativamente a Angola”.

“A visita, no seu todo, alcançou os seus objectivos porque os dois governos reiteraram a vontade de fortalecerem essa relação, através dos acordos que assinamos”, sublinhou.

Com relação a troca de visitas, Georges Chikoti anunciou desde já a ida a Angola dos ministros italiano da Agricultura e dos Negócios Estrangeiros para contactos com autoridades angolanas, no âmbito da cooperação bilateral.

Esta é a terceira vez que o Presidente José Eduardo dos Santos visita a Itália. A primeira foi em 1997, quando se encontrou com o então Presidente Oscar Luigi Scalfaro, e em 2008, durante a Cimeira do “G8”, a convite do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

A visita a Itália do Presidente José Eduardo dos Santos acontece numa altura em este país europeu realiza em Milão a Expo 2015, onde Angola está presente com o maior pavilhão a nível dos países africano.

Neste certame, o país participa com inúmeras actividades que nutrem ainda mais a parceria entre Angola e Itália. Também está presente na Bienal de Veneza, a exposição de Arte de maior prestigio internacional.

Angola é hoje o terceiro parceiro comercial sub-sahariano da Itália. Em 2013, o valor total de comércio entre os dois países elevou-se a 891 milhões de Euros, com 348 milhões de Euros feitos através das exportações Italianas.

A Itália foi o primeiro país da Europa Ocidental a reconhecer a independência de Angola, no dia 18 de Fevereiro de 1976. As relações de cooperação iniciaram em 1977, com a assinatura do Memorando, que institui a Comissão Bilateral, então Comissão Mista de Cooperação. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA