Ministro Cândido Van-Dúnem encoraja antigos combatentes a estudarem

Ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido Pereira Van-Dúnem (Foto: Angop/Arquivo)
Ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido Pereira Van-Dúnem (Foto: Angop/Arquivo)
Ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido Pereira Van-Dúnem (Foto: Angop/Arquivo)

O ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido Pereira Van-Dúnem, encorajou hoje, sexta-feira, na cidade do Lubango, província da Huíla, os ex-militares a apostarem na formação académica, na perspectiva de elevarem os seus conhecimentos.

A recomendação foi feita durante um encontro com os membros das associações dos antigos combatentes na Huíla, tendo dito que o Governo angolano, no âmbito da Constituição promove a formação gratuita para os ex-militares e suas famílias.

“Qualquer antigo combatente e seus familiares que quer estudar deve apenas se dirigir às instituições de ensino e apresentar os documentos necessários, mas não devem pagar propinas”, realçou.

Cândido Van-Dúnem referiu que a maior parte dos antigos combatentes não teve a oportunidade de estudar, devido ao período de conflito de guerra que o país viveu.

Disse que o estado pretende apoiar todo ex-militar que queira estudar e implementar programas de desenvolvimento, para tal é preciso que haja empenho de todos os assistidos.

O Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria controla mais de 160 mil ex-militares em todo o país.

O ministro concluiu hoje, sexta-feira, visita de 48 horas à Huíla, onde manteve um encontro com o governador, João Marcelino Tyipinge, visita ao condomínio de 200 residências na comuna da Arimba e ao programa de agricultura sustentável destinados aos assistidos pelo ministério. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA