Malanje: Falta de bancos de sangue nos municípios preocupa direcção da saúde

Bancos de Sangue (Foto: Angop)

Malanje – A falta de bancos de sangue, serviços de hemoterapia, bem como a insuficiência de recursos humanos, para a garantia do funcionamento de todas as unidades sanitárias ao nível dos municípios, está a inquietar as autoridades sanitárias da província de Malanje.

Bancos de Sangue (Foto: Angop)
Bancos de Sangue (Foto: Angop)

A preocupação foi manifestada quinta-feira, nesta cidade, pelo director provincial da saúde, Pedro José António, quando procedia ao balanço do périplo que efectuou nos 13 dos 14 municípios da província.

O responsável admitiu ainda haver a necessidade do aumento de médicos, enfermeiros licenciados, técnicos de diagnósticos e terapeuta, básicos e médios e pessoal administrativo, nas unidades sanitárias municipais, pelo que contactos serão gizados no sentido de resolver este problema.

Afirmou ainda que uma das preocupações que inquieta também o sector que dirige, é a falta de pagamento de subsídio de fixação e de periferia, subvenção que serve para incentivar os quadros que labutam em zonas distantes.

Fez saber que os blocos operatórios e demais serviços dos hospitais dos municípios de Cacuso e Caculama pela sua localização terão uma melhor dinâmica, para acudir eventuais sinistros ou outras ocorrências, que possam ocorrer ao longo da estrada nacional 230.

Realçou que os aludidos hospitais dispõem de equipamentos necessários, faltando-lhes apenas recursos humanos para que possam assistir casos que ali acorrer, assim como poderão servir de apoio ao Hospital Regional de Malanje. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA