Madrid convoca embaixador da Venezuela após ‘insultos’ de Maduro contra Rajoy

(Foto de Pierre-Philippe Marcou/AFP)
(Foto de Pierre-Philippe Marcou/AFP)
(Foto de Pierre-Philippe Marcou/AFP)

O ministério das Relações Exteriores espanhol convocou nesta segunda-feira o embaixador da Venezuela na Espanha para transmitir seu mal-estar “pelos inaceitáveis insultos” do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, contra o chefe de Governo espanhol, Mariano Rajoy.

“O governo espanhol lamenta que o presidente da República Bolivariana da Venezuela recorra reiteradamente a afirmações desrespeitosas”, assinala o ministério em um comunicado.

Na véspera, Maduro reagiu com veemência à visita de vários senadores espanhóis a Caracas.

“Rajoy é um mercenário do povo”, afirmou o presidente venezuelano na televisão, falando sobre uma lei aprovada por Madrid e conhecida como “lei da mordaça”, muito criticada pela oposição que a considera um ataque à liberdade de expressão.

“Que diriam se pegasse a lei do mercenário Rajoy e a convertesse em lei na Venezuela? Diriam que é ditadura, o fim do mundo, chamariam-me de tudo”, acrescentou.

Estas declarações geraram mal-estar em Madrid, que convocou o embaixador venezuelano pela segunda vez em três meses, a primeira delas em Abril, depois de Maduro chamar Rajoy de racista. (afp.com)

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA